Acéfalos: A mídia tem que voltar para Faculdade!

segunda-feira, março 20

A mídia tem que voltar para Faculdade!

Os jornais não sabem o que fazer com as notícias. Descobre-se depósitos em grande quantia na conta do caseiro Francenildo (CPI dos Bingos x Palocci). O que a imprensa faz?
Pasmem: Dá a notícia de forma fragmentada, sem começo meio e fim e tentando levar o telespectador a achar que foi o PT que depositou.
Pasmem: O Nildo responde que o dinheiro é de seu pai biológico do qual ninguém conhece.
Pasmem: Em nenhum momento se aviltou a possibilidade da oposição ter pago o caseiro para abrir a boca.

No site Observatório da Imprensa: http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br/blogs/blogs.asp?id_blog=4&id={A8577D0C-3FDD-407F-BBCD-7110258D4787}
A grande informação era o dinheiro na conta do caseiro Francenildo. Pode ser que Nildo tenha sido manipulado pela oposição, ninguém apurou isso direito, a começar da Época, que primou pela irresponsabilidade e lançou a pecha sobre o caseiro.

Ótima iniciativa da Globo de veicular o documentário Falcão - Meninos do Tráfico em horário nobre no Fantástico. A edição do documentário foi primorosa.
Mas a Globo pisou na bola em um aspecto: enquanto MV Bill fez entrevistas com uma riqueza de conteúdo impressionante, os jornalistas Phd da Globo entrevistaram formadores de opinião da empresa que nada disseram ou acrescentaram ao que o públicou estava pensando naquele momento.
Lamentável: Se fizeram um edição tão boa com o Documentário, poderiam ter entrevistas interessantes sobre o assunto, ou simplesmente suprimissem as mesmas. Ficou um grande vazio de essencia no final. A grande formadora de opinião foi a mulher indignada com sua rotina com o filho nos braços esbravejando pela falta de perspectiva de futuro.

A última: Milisevic ganhou duas eleições para presidente (em 1993 pela Yugoslávia e em 1997 pela Sérvia)
Eu me pergunto: Porque o Jornal Nacional repete tanto "o ex-ditador Slobodan Milosevic".
Ele foi um homem de guerra em uma época que não havia nenhum clima de paz entre as etnias dos balcãs (era o momento do final do comunismo no Leste Europeu), e na sua guerra não fez mais atrocidades do que o EUA no Iraque.

2 Comments:

Anonymous Tato said...

Certas vezes, não sei se te invejo, ou se te contesto. Talvez, eu devesse te invejar, porque sinto em você uma indignação que me abandou há tempos. Ou, se contesto o fato de você ainda perder tempo com certos veículos de informação.

4:45 PM  
Blogger Philip Leck said...

A revolução das massas se dão...pelas massas! Se o que a massa vê não acrescenta ou mantêm-a calada, me sinto no dever de esclarecer. Alguém tem que levantar dúvidas, fazer perguntas e olhar menos para o próprio umbigo.

8:10 AM  

Postar um comentário

<< Home