Acéfalos: Lula e o fim da Esperança

terça-feira, janeiro 24

Lula e o fim da Esperança

A esperança de um país mais justo e menos desigual caiu por terra.
Desde a década de 80, quando o país se emocionou com o personagem Sassá Mutema, ficou gravado no inconsciente coletivo brasileiro a figura do "Salvador da Pátria".
E nada mais certo do que ser representante do povo. Era o caso do Lula. Na época, um ignorante politizado e moldado a ideologia comunista totalitária da União Soviética.
Seu discurso na ocasião era como a esquerda brasileira iria "proclamar a independência" do Brasil perante os imperialistas da OTAN e o FMI. Além disso, ainda teve a célebre frase de que o Congresso era formado por 300 picaretas com anel de doutor.
O tempo foi passando e a barba foi diminuindo e o cérebro crescendo. Mas o imaginário do brasileiro também mudou. Ficou mais alienado, votando no mais "inteligente" e com cagaço dos imperialistas.
Após duas décadas o "Salvador da Pátria" foi eleito com o slogan de que a Esperança tem que vencer o Medo. O Lula venceu. Não houve medo, o com o término do seu governo, não haverá mais esperança.
Assim como Sassá Mutema, Lula parece ter sido corrompido pelo poder. Não existe o diferente, só existe o mais do mesmo. O governo vai apontar o quanto foi mais competente que FHC, mas isso não esconde, nem justifica a corrupção*.
A partir do momento que a pessoa torna-se corrupta, não há mais honra, orgulho, virtude, dignidade.
Se o governo não tem essas qualidades, não adianta ter superávit, reformar estradas, ser auto-suficiente no petróleo. Fazer isso é o mesmo que fazer uma plástica em um cadáver.
O governo Lula consegue ser mais popular que o FHC, mas a concentração de poder no planalto pelos partidos aliados foi muito grande, não havendo o diálogo necessário com a oposição. Esse foi o início do fim (parecido com a situação do impeachment do Collor).
Este foi o fim da esperança de um governo do povo para todos.
Existe uma tendência da esquerda como um todo se reinventar, já vem acontecendo com alguns partidos. A próxima eleição será bastante peculiar, veremos se renascerá a Esperança do Povo na figura de outro ícone (é assim que o Brasil funciona, não é?).

*Denição de Corrupção no dicionário: podridão, devassidão, adulteração, suborno e prevaricação.

1 Comments:

Anonymous Tato said...

Já que o assunto está as voltas com barbudos, deize-me citar um barbudo que está no coração de todos, e há muito tempo atrás disse: "Não acreditarás em imagens", algo assim... Quem acreditou na imagem do Salvador, não foi enganado, deixou-se enganar... e saindo dos barbudos, e trazendo pra Maquiavel, o ruim não é aquele que engana, idiota é aquele que se deixa enganar, praticamente uma nação inteira se deixou... Não condenem o Lula, condenem sua propria ignorancia...

9:57 AM  

Postar um comentário

<< Home